Com a palavra, a sociedade!

Atualizado em 18/05/2010 – 09:05

Num clima de muita satisfação, estiveram reunidos na sala José Lewgoy do Solar dos Câmara para o lançamento do blog “Falando em Justiça Fiscal…”, jornalistas, estudantes, assessores de comunicação, professores, auditores e analistas fiscais, federais e estaduais, além de representantes do poder Legislativo, Executivo e Judiciário, entre outras categorias.

Segundo o Auditor-Fiscal Dão Real Pereira dos Santos, “Somos um grupo de servidores públicos que há muito tempo vêm pensando e estudando assuntos relacionados ao sistema tributário, previdenciário e aduaneiro do País. Entendemos que a condição de servidor público significa assumir, além das responsabilidades inerentes ao cargo, o compromisso com a sociedade na busca permanente do aperfeiçoamento do próprio Estado”.

Embora a iniciativa tenha surgido entre servidores públicos, a ideia é buscar o envolvimento dos diversos setores da sociedade em torno da discussão do tema justiça fiscal.

“Não há quem não defenda a justiça fiscal, não há quem não queira um sistema mais justo. O senso comum cobra a construção de um Estado institucional: saúde de qualidade para todos, educação gratuita em todos os níveis, melhor qualidade nos serviços públicos, segurança para todos e justiça, entre outras coisas. Paradoxalmente ou não, reclama também da alta carga tributária e cobra redução de tributos”, disse.

Segundo os organizadores do evento, é fundamental democratizar a discussão sobre justiça fiscal, tema que afeta a vida dos cidadãos e da sociedade como um todo. “Nosso blog é um instrumento colocado à disposição da sociedade. O objetivo não é o blog em si, mas o debate e a construção de um significado concreto para a justiça fiscal”.

Para o Subsecretário-Adjunto da Receita Estadual, Newton Guaraná, presente no lançamento,“O blog facilitará, sem dúvida, o acesso da sociedade à discussão das questões tributárias, com prováveis benefícios para o bem comum”.

Anúncios

5 Respostas

  1. Esta é uma oportunidade aberta e democrática para que todo cidadão possa manifestar-se sobre assunto tão relevante para um Estado de Direito. Estamos todos de parabéns, porquanto acredito que este “veículo” explicará qualitativamente como a carga tributária comporta-se. Todos terão a oportunidade de conhecer quem efetivamente suporta o “peso dos tributos” , a fim de perceber que campanhas como “Chega de Confisco” e “Código do Contribuinte” não se destinam a desonerar aos REAIS CONTRIBUINTES – o consumidor final e o trabalhador assalariado, mas a criar NOVOS “escudos” aos que se recusam a recolher tributos, como, por exemplo, os PARCELAMENTOS ESPECIAIS que tornarm o contribuinte ADIMPLENTE um autêntico OTÁRIO!

  2. Foi uma grande oportunidade que a Assembléia Legislativa nos deu. O local é excelente, o pessoal de apoio foi nota 10. O serviço da Via Imperatore, que fez o coquetel, também estava ótimo.

    O tema é palpitante, esperamos contar com a participação de todos nessa jornada por uma tributação mais justa.

  3. Quero parabenizar a iniciativa dessa comissão pela criação do BLOG, pessoal de extrema competência e inteligência as quais utilizam esse conhecimento em prol da sociedade querendo promover uma JUSTIÇA FISCAL digna. Acredito que com maior divulgação das informações e com uma linguagem mais acessivel à sociedade conseguiremos fazer com que a sociedade seja crítica e saiba opinar sobre a matéria. Este BLOG tem tudo para ser um sucesso.

  4. A tarefa não será fácil. A sociedade brasileira é cotidianamente pautada pelo oligopólio dos grandes grupos de comunicação. A pauta preferencial é permeada pela imposição de pensamento único, que reflete o Consenso de Washington. Na pauta da grande imprensa, nos deparamos, sistematicamente, com o patrocínio interesses do grande capital, nacional e transnacional, dentre eles a defesa retirada de direitos dos trabalhadores, e do estado mínimo, sob falacioso argumento da necessidade de redução do custo Brasil.

    Contrapor-se a essa pauta com o debate sério e qualificado sobre carga tributária e sua justa distribuição, mais do que relevante, é absolutamente necessário.

    Vida longa ao Justiça Fiscal!

  5. Conversa inteligente sempre agrada aos leitores.
    Abraços para todos.
    Vera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: